quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Poesia


No embalo da poesia se descobre o quanto se pode,
que o impossível vira ousadia, que o proibido agora é dia a dia.
Nas frases que se desenha se pode tudo,o nada agora vira letras perdidas gravadas e tanto faz se verdades ou mentiras.

Parece que no limite do poder e querer, aqui tudo se pode,noite se faz dia, tristeza vira melodia,verdades sejam elas apenas ditas,nada importa,
se hoje quero que seja outro dia...
Esse dia que seja um dia do passado,que se faça hoje presente e a historia que hoje vivo seja apagada ou para ser moderna que seja deletada...
Que hoje seja o primeiro dia das muitas historias que vivo..

perdidas, esquecidas.
Faço hoje porque posso, te transformo versos sem rimas em lindas poesias,te acho em alguma cena que fui feliz e não sabia,faz pouco tempo, lembranças ainda bem recentes, ainda acredito na magia,te busco e te quero hoje presente nas linhas que me faltam,para um dia o fim de todas as letras ...

que a vida ira apagar...
Hoje te faço um verso eterno, o final da historia já escrevo para um dia relembrar..
Te faço final feliz, malvada historia esse fim não pode mais mudar...Se posso tudo que escrevo, nada pode mais que o meu desejar...
Então destino, te faço um atropelo e não deixo mais tristeza ousar me desejar...


Si_adverso

4 comentários:

Paula disse...

E a força dos sentimentos é como um vulcão expelindo fogo!

E pela poesia nos afirmamos.

Abraço

Desejos de Corpo e Alma disse...

Oi Paula

desculpe estava fora, sem poder postar.
Mas obrigada pelo carinho e por sua visita.
beijos

Krígna Karísia on line disse...

OLÁ...me add no msn, gostei muito do seu blog, se quiser podemos linkar...

krignakarisia@hotmail.com

passa no meu blog pra ver se gosta...!!!

vyk de Hägar disse...

Visitando seu espaço...

belas palavras

beijos

vyk de Hägar