segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Um Toque


Brincar do gozo que me deixa louca,
percorrer meu corpo sentindo teu toque,
apertar meus seios, sentir minha pele,
desfocada lembrança, de um tempo eterno.
Sinto um arrepio que brinca de faz de conta,
que sorri, do desejo e ri da realidade,
penso e como se fosse possível,
sinto o eterno tão presente, quase ao lado.
Meu desejo lambuza, o toque me faz ousada,
coração disparado, traça o êxtase embriagado,
perco o ritmo do compasso.
Devolve meu gemido,
me envolve no silencio de um pedido,
neste instante, meu sexo em sua boca,
te cala na força de um grito.
by
S_adverso

Um comentário:

José Matos disse...

Amiga do Luso Poemas, sou o Josematos, lá, escrevo alguns poemas de amor e canto, visitei teu blog e adorei,. Tocar no corpo. desencadear desejo é belo, mas também deve ser partilhado.
Vou seguir teu blog
Sou viuvo e fiquei na solidão á esperade uma alma gémea. Desejava que fosse Brasileira, mais carinhosas, pode ser que apareça.

Um beijo do teu novo amigo

José Matos do Luso Poemas